Seguro empresarial: Como funciona?

Se você é um empresário e quer sempre o crescimento de sua empresa, está na hora de investir num seguro de vida empresarial.

A maioria dos empresários acreditam que fazer seguro é um investimento certo e que com o seguro ele também vai adquirir vantagens reais para sua empresa.

Hoje em dia a prática nos ensina que em qualquer empresa, em qualquer ramo de trabalho existe o imprevisível, ou seja, situações imprevistas as quais jamais pensamos que possam ocorrer, mas que ocorrem sim e com uma frequência assustadora.

Outro ponto que devemos entender é que  a importância do seguro está diretamente ligada à segurança financeira que ele representa para a empresa.

Por exemplo: pode ocorrer que uma empresa esteja operando muito bem, com seus funcionários, suas metas, seu empreendedorismo. Todavia, pode ocorrer um pane, um sobressalto e tudo pode mudar.

Assim, aquela situação tão remota, tão improvável aconteceu e se transformou numa bola de neve, gerando um custo bastante alto para a empresa.

E, por pensar em situações assim, que trabalhamos este poste. Aqui você vai entender a razão de que fazer um seguro empresarial é antes de tudo o melhor investimento para sua empresa.

O que é seguro empresarial?

Até pouco tempo, muitos acreditavam que o seguro empresarial deveria ser feito apenas por grandes empresas. Que uma empresa pequena certamente não aguentaria o “peso” de um seguro empresarial.

Ainda bem que esse pensamento já foi por terra.

Hoje, as pequenas empresas estão mais fortes e, com isso, elas conseguem encontrar opções de seguro  de acordo com o seu perfil. Tanto é que basta fazer a escolha certa da seguradora que as macro e pequenas empresas conseguem ter um seguro de vida empresarial.

O seguro empresarial tem como intenção primeira proteger as empresas contra riscos de perdas patrimoniais e assegurar às famílias a proteção à vida e à saúde, bem como a reposição de bens, indenizações e benefícios em caso de infortúnio.

Em outras palavras, o seguro empresarial tem como missão recuperar danos ocorridos  inesperadamente, desde pequenos ajustes a acidentes mais graves.

Por exemplo: um vento fortíssimo causa  o destelhamento de uma fábrica.

Ainda que o local não seja de propriedade do empresário, o seguro irá refazer o telhado num curto espaço de tempo, porque toda seguradora sabe que nenhum empresário  quer ser prejudicado nem que seus compromissos sofram atrasos.

O seguro empresarial garante a recuperação rápida de bens ou de estruturas danificadas que prejudicam o andamento do negócio, sem que o empresário ou sua equipe percam muito tempo.

Viu só o que é um seguro  empresarial?

O seguro empresarial busca restaurar, da melhor maneira, danos que podem ocorrer, sejam eles os mais simples  aos mais complicados.

E ainda há opções. Basta que o empresário converse com a seguradora e diga  o que ele quer e precisar ser coberto.

Depois é só escolher qual será a cobertura para o empreendimento. Em seguida, realizar o pagamento mensal ou anual do seguro e aproveitar os serviços que podem chegar, por exemplo, até a 100% de reembolso.

A propósito, a área de cobertura vai depender do tipo de seguradora e apólice.

Geralmente, esses contratos cobrem as seguintes situações:

  • morte: válido para qualquer causa que tenha gerado o óbito, menos o suicídio. Para tal existem seguradoras que oferecem esse tipo de cobertura;
  • morte acidental: indenização em caso de morte causada por acidente;
  • invalidez permanente total ou parcial por acidente – válido para casos nos quais a invalidez tenha acontecido dentro do ambiente de trabalho ou não, dependendo do tipo de apólice contratada. A indenização varia conforme o grau da invalidez.
  • invalidez funcional permanente total por doença: aqui a diferença está que a invalidez foi causada por uma doença.

Como funciona o seguro empresarial?

A função primeira de um seguro empresarial é ressarcir o segurado em casos de danos inesperados. Os danos podem ser na empresa, ou seja, no imóvel, como falha ou pane elétrica, fortes chuvas que destroem telhados,  doença ou morte de funcionários ou até mesma perdas monetárias.

O procedimento é o seguinte: o empresário aciona a corretora munido da documentação necessária.

De acordo com  o seu plano a seguradora irá refazer, ressarcir, substituir, pagar o dano ocorrido. Em casos de morte e sinistros  também há a indenização e o pagamento de pensão.

Agora há também outro ponto importante a conhecer. É  a nomenclatura do seguro. O que quer dizer o quê?

  • Apólice: é o contrato onde todos os termos de condições do seguro estarão estabelecidos.
  • Sinistro: são acontecimentos imprevisíveis, que acontecem pela natureza ou não, normalmente causas muitos danos ao segurado, como raios, explosões e incêndios.
  • Seguradora: é a empresa que fornece os seguros. Ela que fará toda as transações relacionadas a indenização para o segurado.
  • Segurado: pode ser uma pessoa física ou jurídica que conter o serviços de planos de seguro empresarial.
  • Roubo: é considerado roubo quando um terceiro leva um bem de outro e o ameaça de morte, usando de violência para conseguir o que quer.
  • Tumulto: aglomerado de pessoas que pode resultar em danos no local da empresa.

São muitos os serviços que uma seguradora pode oferecer. Vejamos:

  • Chaveiro,
  • Segurança e vigilância,
  • Limpeza e conservação,
  • Cobertura provisória de telhados,
  • Hidráulica,
  • Transferência de móveis,
  • Guarda de móveis,
  • Regresso antecipado,
  • Mão-de-obra especializada,
  • Transmissão de mensagens urgentes,
  • Informações, e
  • Indicação de mão-de-obra especializada.

Benefícios do seguro empresarial

Em primeiro está a tranquilidade a começar pelo empreendedor que sabe que problemas com a sua empresa, com os equipamentos ou com os funcionários serão solucionados. Da mesma forma os colaboradores que exercerão suas atividades com segurança, pois sabem que estão também assegurados.

Além disso, contratar um seguro empresarial significa perceber o quanto  é compensatório  economicamente, especialmente, em razão dos imprevistos. Imagina só ter máquinas e matérias-primas danificadas e comprometidas.

De forma que, ao pensar o quão custoso será um seguro para empresa, avalie o quanto seu patrimônio estará resguardado.

Para que serve o seguro em uma empresa?

O seguro empresarial é essencial a qualquer empresa e para qualquer modelo de negócio.

Imagine uma situação na qual sua empresa  irá investir um valor altíssimo num maquinário. Como esse investimento pode ficar descoberto e sujeito a riscos como incêndio, intempéries ou até mesmo roubo?

Por isso que ter um seguro empresarial, além de ser um  grande investimento é a garantia de seu futuro e para o futuro de sua empresa.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *