Seguro risco de engenharia: condições gerais

O seguro de riscos de engenharia é aquele que tem como principal objetivo a garantia ao construtor,  indenização dos prejuízos causados por acidentes sejam eles eventos súbitos ou imprevistos, na linguagem do seguro,  durante execução de obras civis, instalação e montagem de máquinas e equipamentos, e quebra podendo ser acidental ou repentina de equipamentos de produção.

Os bens cobertos são todos relacionados à obra e a ela em si, o objeto de montagem/instalação e equipamento ou máquina em funcionamento.

O que é o seguro de obra?

Tecnicamente, o seguro de obra é chamado de seguro de riscos de engenharia que foi desenvolvido para garantir toda a segurança para obras dos mais diferentes tipos e gravidades. Este seguro oferece a proteção ideal para sua construção, ampliação ou reforma, cobrindo inclusive os danos causados a terceiros.

Como funciona a cobertura do seguro de riscos de engenharia?

Um canteiro de obras é um local que favorece a ocorrência de danos materiais bem como acidentes materiais ou corporais, mesmo quando são adotadas medidas de segurança no em todo o local.

O seguro de riscos de engenharia dá o devido respaldo à empresa e ao construtor autônomo de despesas extraordinárias que podem surgir com danos imprevistos, instalação e montagem de estruturas e/ou equipamentos, e claro, além de prejuízos inesperados com o funcionamento normal das máquinas.

O seguro cobre vários danos às obras e aos equipamentos utilizados, em consequência de falhas de engenharia em suas diversas etapas, sejam elas humanas ou não.

A garantia contra riscos envolvidos na atividade é fornecida por três modalidades: obras civis em construção, instalação e montagem e quebra de máquinas.

Seguro de instalação e montagem é voltado para situações específicas enquanto o seguro de quebra de máquinas se destina aos equipamentos de uma empresa já em operação regular. Contém seguro também para uma modalidade específica para equipamentos eletrônicos, oferecendo proteção contra todos os riscos de danos internos e externos nas instalações eletrônicas e de informática.

Quanto custa o seguro de uma obra?

Normalmente, o seguro custa cerca de 0,3% do valor da obra. Claro que o preço pode variar de acordo com as coberturas contratadas e as características da obra, no entanto, para uma reforma no valor de R$500 mil em um condomínio, por exemplo, o seguro de obras sai por pouco mais de R$1.000.

Quais bens o seguro de riscos de engenharia cobre?

Coberturas básicas

  • Impacto de veículos e queda de aeronaves: utilizada quando ocorre impacto de veículos terrestres ou queda de aeronaves no local da obra que esteja segurada.
  • Riscos costumeiros a qualquer construção, tais como: incêndio, erro de execução e até sabotagens: pode ser usada para cobrir danos físicos provenientes de acidentes com materiais utilizados nas obras, máquinas, equipamentos, ou qualquer outro tipo de estrutura que venha a ser utilizada.
  • Riscos da natureza: quando ocorrem danos provocados por vendaval, queda de granizo, queda de raio, alagamento, entre outros fenômenos da natureza que não são possíveis de prever.
  • Roubo e furto qualificado: essa cobertura é utilizada quando ocorre roubo ou furto de bens materiais que estão alocados durante a execução da obra e que estejam no local informado nas condições do contrato.

Coberturas adicionais

  • Danos decorrentes de erro de projeto: garante cobertura aos prejuízos causados por erro humano durante a elaboração ou execução do projeto. Nesses casos, o seguro visa os custos de reposição, reparo, retificação, transportes e tributos.
  • Despesas com desentulho: despesas com remoção, carregamento, transporte e descarregamento de entulho em local apropriado.
  • Despesas com salvamento e contenção de sinistros: garante o reembolso de despesas feitas com o objetivo de prevenir emergencialmente a ocorrência de sinistros ou tomar providências após o sinistro, quando contempladas na cobertura básica.
  • Despesas extraordinárias: garante as despesas relativas à mão de obra contratada para realização de serviços extras que visem o conserto ou substituição de bem sinistrado.
  • Equipamentos e ferramentas de pequeno e médio porte: aqui o seguro visa cobrir os danos materiais causados em equipamentos como furadeiras, marretas, serrotes, entre outros.
  • Equipamentos móveis e estacionários: o seguro cobre os danos materiais a equipamentos e máquinas móveis ou imóveis dentro do local da obra.
  • Incêndio após a entrega da obra: visa cobrir os danos causados ao prédio e ao conteúdo dele por incêndio durante o prazo de 30 dias após a entrega da obra.
  • Lucros cessantes decorrentes de responsabilidade civil: neste processo, o seguro cobre a impossibilidade de trabalho e as perdas financeiras que terceiros venham a sofrer em decorrência de danos corporais ou materiais causados por trabalhos relativos à obra e ocorridos durante a vigência da apólice.
  • Manutenção ampla: cobre danos materiais acidentais aos bens segurados ocorridos no período de 180 dias durante o período de manutenção.
  • Obras concluídas: cobre danos físicos acidentais causados a uma parte da obra, a partir do momento em que for finalizada e colocada em uso.
  • Obras temporárias: garante os danos físicos acidentais causados a barracões, andaimes e containers existentes no local do risco previsto na cobertura de obras civis em construção.
  • Propriedades preexistentes no canteiro de obras: garante cobertura aos danos materiais causados aos bens de propriedade do segurado ou de terceiros existentes no canteiro de obras antes do início de vigência do seguro.
  • Transporte de materiais a serem incorporados à obra: o seguro garante a cobertura de danos físicos acidentais causados aos materiais a serem incorporados à obra, porém, apenas durante o seu transporte quando realizado pelo próprio segurado ou pessoa autorizada.
  • Tumultos, greves e lockout: cobertura de danos físicos causados à obra em decorrência de tumultos, greves ou paralisações em que estejam envolvidos os funcionários que executam ou participam de alguma forma da obra.

Quem pode contratar um seguro de riscos de engenharia?

Como a construção é de interesse do construtor e do proprietário, qualquer um deles pode contratar o seguro.

Quanto custa o seguro de uma obra?

Normalmente, o seguro gira em torno de 0,3% do valor total da obra executada. É claro e também cabível que o preço pode sofrer variações de acordo com as coberturas contratadas e as características da obra. No entanto, apenas para exemplificação, uma reforma no valor de r$800 mil em um condomínio, por exemplo, o seguro de obras sai por r$2.400.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *